Dicas e Receitas

Seta

Dieta Dash

O primeiro estudo da Dieta Dash foi publicado em 1997, nos Estados Unidos. Sua proposta original é diminuir os níveis da pressão arterial, incentivando a ingestão de alimentos com alto teor de potássio, magnésio, cálcio e fibras.
Das suas 2100 calorias diárias indicadas, os carboidratos seriam 55% do total, as proteínas por volta de 18% e as gorduras 27%.

O cardápio diário é compostor por:

● Grãos (6 a 8 porções): pães e bolos integrais, massas, arroz, cereais;
● Carnes magras ( máximo de 6 porções) : grelhadas ou cozidas no vapor;
● Laticínios (2 a 3 porções): leites, iogurtes e queijos;
● Verduras e legumes (4 a 5 poções): frescos e nunca enlatados;
● Frutas (4 a 5 porções): preferir in natura, já que os sucos retiram parte das fibras do alimento;

E semanalmente você pode consumir:

● Castanhas e Leguminosas (4 a 5 porções ): nozes, feijões. Ervilhas e lentilhas. Por serem gordurosos, a quantidade é menor que os outros alimentos.
● Doces (no máximo 5 porções semanais): chocolates, balas, gelatina, etc.

Desde aquele ano sua eficácia vem sendo comprovada no combate à hipertensão. Um de seus contras é que ela não é uma dieta voltada para o emagrecimento.
Mas os nutricionistas orientam que sua intenção é perder peso, você deve diminuir a quantidade de calorias diárias de 1500 a 1800.
Confira, abaixo, um exemplo de cardápio para 3 dias:

Lembre-se de sempre consultar um profissional para começar qualquer dieta.
Na próxima semana, falaremos sobre a dieta do Tipo Sanguíneo. Até lá.

Fonte: UNOPAR, Dieta Dash. S/a.